2° Fórum de negócios de impacto da periferia 

 

O 2º Fórum de Negócios de Impacto da Periferia foi realizado pela A Banca em parceria com a Artemisia e FGVCenn com apoio do British Council e Patrocínio da Casas Bahia, Fundação Lemann, Az Quest, Instituto Vedacit e Fundação Tide Setubal. 

 

2º FNIP teve o objetivo de abrir um diálogo sobre diferentes segmentos do Ecossistema de Negócios Sociais endereçado para empreendedoras e empreendedores das periferias da cidade de São Paulo. Tivemos a colaboração de fomentadores, empreendedores, investidores e atores relevantes ligados aos Negócios de Impacto Social e de Economia Criativa no Brasil e no Reino Unido.

O Fórum aconteceu no dia 08/08/2019 das 8h30 até às 18h na Paróquia Santos Mártires, Jardim Ângela São Paulo. Tivemos mais de 30 palestrantes, 3 Cases de Negócios de Impacto da Periferia, 1 Case de Inovação Social do Reino Unido e 8 mesas temáticas com a presença de representantes do Governo, Fundações, Institutos do Brasil e do Reino Unido. 

 

Com 397 inscritos online e 166 presentes no 2° Fórum de Negócios de Impacto da Periferia, 

com atores de várias localidades do Brasil como Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Maranhão, Paraná, Santos, Taboão, Embu Guaçu, Itapecerica e Guarulhos. 

 

O BRASIL É O 9º PAÍS MAIS DESIGUAL DO MUNDO e ainda mantém a concentração de renda no topo da pirâmide com 1% dos brasileiros ganhando o equivalente ao restante da população.

Nas periferias do Brasil é onde se concentra as grandes massas populacionais que vivem problemas complexos no seu dia a dia.

 

E são nas periferias que existem negócios de impacto que dialoga e vive com soluções que nasce da necessidade e dor. As periferias são grandes complexos de inovação social de impacto positivo que vem desbravando o contexto atual.

 
 

Formação pessoal
para os  empreendedores (as)

 

A iniciativa da Produtora A Banca – em parceria com Artemisia e FGV CEEN (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios), tem o objetivo de potencializar uma nova geração de negócios de impacto social que atuam nas periferias do município de  São Paulo.

Para 2019 selecionamos dez negócios que receberão até R$ 20 mil de capital-semente para investir na empresa, além do processo de 08 meses de acompanhamento, workshops e mentorias.

A ANIP tem o objetivo de apoiar uma nova geração de empreendedores (as) da periferia fortalecendo seu modelo de negócio e aumentando o impacto social, em um ambiente que transforme os empreendedores e empreendedoras em protagonistas no desenvolvimento de soluções sociais, ambientais e financeiras do país.

 

Encontros
presenciais a cada
quinze dias com a
duração de até 8 horas

Acompanhamento
presencial individual

Mentoria após
aceleração

Investimento semente de

R$ 20.000,00

Produtos e serviços já desenvolvidos

Negócios que estão e são de periferias do MUNICÍPIO de SP

Foco na baixa renda 

Impacto social relacionado à atividade principal 

Ser um negócio de impacto social e ou ambiental 

Potencial de escala do negócio 

 
 

Triagem 

Entrevista

25 e 30 de Março

Processo de aceleração

Workshop (Canvas)

21/03

Evento #CriandoPontes2019

Anúncio oficial dos

10 NIP´s turma 3

DJ BOLA

Além de apoiar, queremos também incentivar o surgimento de novos negócios de impacto dentro das periferias, que hoje representam uma parcela pequena dentro do ecossistema de empreendedorismo de impacto.

Trabalharemos para criar pontes entre empreendedores acelerados provenientes de realidades distintas.

Presidente-fundador da A Banca 

Mulheres e homens da periferia desenvolve seus negócios de forma genuína num primeiro momento, sendo potencializados ganham maturidade para escalar de tal forma que gera desenvolvimento do seu  entorno e dos seus iguais! Acreditamos na abundância de criatividade e lucratividade a partir do centro periférico.

FABIANA IVO

Diretora pedagógica da A Banca

É nas periferias que estão os verdadeiros negócios de Impacto social positivo , pois é onde estão as pessoas  mais criativas, resilientes e que sofrem com a desigualdade social  todo o tempo, nós aprendemos  com as dificuldades do dia dia através do acumulo de conhecimentos que são empíricos.
Com
investimentos e oportunidades certas, acreditamos que esses negócios podem contribuir para a transformação de uma realidade brasileira que ainda é muito desigual, impactando assim positivamente a sociedade como um todo.

MARCIO TEIXEIRA (MACARRÃO)

Diretor financeiro da A Banca 

Acreditamos que nas diversas periferias do país há empreendedores e empreendedoras com ideias e soluções com alto potencial de impacto social e ambiental. Esses empreendedores, com o suporte adequado, podem escalar e impactar positivamente milhares de pessoas.

MAURE PESSANHA

Diretora-executiva da Artemisia

Queremos mudar a lógica do mercado, colocando a periferia como protagonista no campo de negócios de impacto. Nosso foco é o apoio e fomento aos empreendedores sociais que vêm da periferia. Acreditamos que há muita riqueza, conhecimento e talento nas periferias que podem impactar a sociedade de forma inovadora e diferenciada.

EDGARD BARKI

Coordenador do FGVcenn 

Não há transformação social possível, se ela não for protagonizada por aqueles que dela mais necessitam. As periferias urbanas são potentes, criadoras, realizadoras  e resilientes. São empreendedoras em sua essência.  Por isso, é nas periferias que devemos buscar as lideranças que irão realizar, de fato, as mudanças  de que precisamos para construir um país com  menos desigualdade.

VIVIANNE  NAIGEBORIN

Potência Ventures